O Mito de que a Maioria NÃO Tem Sucesso no MMN

Você já ouviu falar de algumas estatísticas sobre o MMN (marketing multinível)?

Falam que 97% dos distribuidores que de alguma forma se envolvem nesta indústria do MMN simplesmente falham sem nunca ter sucesso.

Será que isto é mesmo verdade? Se é verdade, significa que o MMN é um modelo de negócio mal desenhado?

Qual é a fonte destes resultados?

Primeiro de tudo, se alguém fala que 97% de todos os distribuidores falha, você deve perguntar a eles de onde tiraram essa estatística.

Nove vezes em cada dez eles vão falar que ouviram de alguém isso. Se você conseguir contactar a pessoa que lhes falou isso provavelmente essa pessoa dirá a mesma coisa.

A estatística foi tão falada na internet que a maioria das pessoas simplesmente a aceitaram como um facto. E assim falam diariamente que a maioria (97%) falha nesta indústria.

A realidade é que nós não sabemos qual é a verdadeira estatística de insucesso no MMN.

Que eu tenha conhecimento nunca houve um estudo compreensivo neste assunto. Não existe nenhuma empresa que tenha usado o seu tempo para se dedicar a fazer pesquisas a distribuidores que façam parte de algum tipo de marketing multinível e assim descobrir qual a verdadeira razão de tal insucesso.

No entanto, mesmo assim, vamos falar que 97% dos distribuidores em MMN falham em alcançar o sucesso.

O que constitui FALHAR no MLM?

Vamos falar que “falhar” significa não ganhar dinheiro através do negócio.

Será que os distribuidores que se cadastram somente na condição de comprarem os produtos com desconto estão mencionados nessa taxa de 97%?

Existe um grande número de distribuidores de empresas MMN que realmente não se cadastraram como distribuidores para fazer dinheiro. Eles simplesmente se juntaram à empresa para comprar os produtos com desconto.

Por outro lado, se o distribuidor se cadastrou na empresa somente para comprar produtos com desconto e não fez qualquer dinheiro com o negócio, será justo classificar essa pessoa como um falhado?

Claro que não! O seu propósito era de ter desconto de distribuidor e para isso se cadastraram na empresa. Significa que o objetivo deles foi alcançado. Eles queriam o desconto, tiveram esse desconto e por isso podemos falar que tiveram sucesso naquilo que se proporam.

Se nós removermos da estatística todos os distribuidores que somente entraram na empresa para comprar produtos com desconto concerteza esta taxa de 97% vai descer consideravelmente.

Será que os distribuidores que falharam tiveram treinamento adequado?

Quantos distribuidores que não tiveram sucesso no negócio se conectaram ao sistema oferecido pela empresa ou por outros distribuidores líderes?

Eu não sei o que se passa com a sua downline, mas eu sei que uma grande parte dos distribuidores que eu recruteino passado para o meu negócio principal de MMN nunca foram a um único treinamento ou se foram foi a um ou dois no início.

Será que é justo falar que nesta indústria existe uma taxa de 97% de insucesso quando um número de pessoas incluido nessa estatística não tiraram proveito do treinamento que lhes foi oferecido e pelo sistema proporcionado?

Que tipo de Ação tiveram essas pessoas que falharam?

A última pergunta que eu faço é quantas dessas pessoas que “falharam” no marketing de rede foram realmente para a “rua” e tomaram algum tipo de ação para construirem o negócio?

Será que falaram com pessoas sobre a oportunidade de negócio?

Muitos distribuidores que começam no MMN nunca falaram com alguém sobre a oportunidade de negócio. Infelizmente é uma realidade. Quando não se tem patrão, esse é um dos grandes erros que acontece, por não ter ninguém simplesmente dando ordens.

Não é compreensivel colocar esse tipo de pessoas que nunca tentaram desenvolver o negócio, também nesta taxa de insucesso da indústria e entender como um todo.

Olhe para as taxas de insucesso de outras indústrias.

Taxas idênticas de insucesso existem por exemplo para a indústria dos seguros e muitas outras.

Mas lembre-se neste tipo de indústrias você tem de ter formação adequada e ainda ter uma licensa própria para estar qualificado a vender o produto.

Se mesmo assim existe noutras indústrias uma taxa alta de insecesso, isto claramente mostra que não existe nada de errado com o modelo de marketing da nossa indústria e que estaria causando tal insucesso.

Você precisa de ter conhecimento apropriado e orientação. Um grande erro da nossa indústria é que qualquer pessoa pode se cadastrar hoje e começar desenvolvendo o negócio sem ter o conhecimento necessário sobre o modelo de negócio, vendas, internet marketing, etc.

O que acontece?

Falham antes sequer de começarem. Para ter a ajuda que precisa para desenvolver o seu negócio cadastre-se no curso avançado de 30 dias+ 8 vídeos exclusivos clicando aqui.

Não seja mais um “falhado”!

Um dos pilares que você precisa para ter sucesso, para além do conhecimento que eu diria vale 90% hoje, é olhar para a realidade. Nós podemos até estar tendo de alguma forma sucesso no negócio, mas você pode estar doente, com contas para pagar, com todo o tipo de problemas que nada tem haver com o sucesso que está tendo com o negócio. Essa é a realidade, a vida continua, não importa se o seu negócio vai bem ou vai mal. E por isso nós temos de sair da zona de conforto muitas vezes para ver a realidade de hoje e querer a todo o custo olhar o amanhã com mais prosperidade. Reflita bem sobre isto e veja o vídeo abaixo que lhe ensina a ver a vida de uma outra forma, aprender a enfrentar o medo, sair da zona de conforto, olhar para a realidade, tomar uma atitude e lutar por aquilo que acredita.

Hoje vivemos mudanças constantes, a internet por exemplo está passando por muitas mudanças, hoje o google já não é por si só a melhor forma de divulçação, as pessoas perdem empregos, as famílias se separam, os negócios enfrentam concorrência, o conhecimento, a forma de alguém se destacar na sociedade está mudando. Esteja também preparado para essas mudanças.

Publicado recentemente nesta categoria..

About The Author

Jorge Salgado

Saiba um pouco sobre mim.. O meu nome é Jorge Salgado, estudei na Universidade do Minho em Portugal e me formei em Informática de Gestão. Sou especialista em Internet Marketing e com especial interesse em novas tecnologias. Sou o CEO de uma empresa de serviços voltados para a Internet com sede em SP no Brasil.