7 Lições de Marketing de Conteúdo da Red Bull Media House

Uma das maiores marcas do mundo que aposta em marketing de conteúdo é a Red Bull que literalmente mudou a forma como se faz marketing empresarial nos dias de hoje.

O que diferencia a Red Bull?

Eles criaram uma divisão totalmente separada da empresa focada em fazer conteúdo incrível, Red Bull Media House, com o objetivo de se tornar uma empresa de marketing de conteúdo rentável e por conta própria.

O ousado como sempre ganha muita atenção. Por exemplo, no ano passado a Fast Company afirmou que a Red Bull é uma das “Mais inovadoras empresas” por causa de seus esforços. E a marca é frequentemente citada por comerciantes de conteúdo como o brilhante exemplo do que significa “pensar e agir como uma empresa de mídia”.

Talvez nada personifica isso mais do que a citação “a Red Bull é uma empresa de mídia que por acaso vende bebidas energéticas” atribuído ao fundador do Red Bull o austríaco Dietrich Mateschitz.

Alguns fatos rápidos sobre Red Bull Media House:

– Red Bull lançou RedBull Media House em 2007.

– Eles lançaram a revista The Red Bulletin, que agora tem uma distribuição de mais de 5 milhões.

– Eles gastaram US $ 2 milhões fazendo um filme chamado The Art of Flight

– Patrocinaram a famosa queda livre do espaço de Felix Baumgartner (vídeo acima).

Red Bull espera que a Media House comece a faturar muito e rápido, mas já afirma que o valor de negócios da forma que está agora já supera de longe as despesas.

Você quer transformar sua marca em uma empresa de mídia?

Aqui estão 7 lições onde pode aprender como a Red Bull fez:

1 – Marketing é mais do que um departamento. É uma responsabilidade da marca inteira e de todos os funcionários.

2 – O conteúdo é mandatório e o centro do negócio. Por isso deve se certificar de que seu conteúdo é inspirador e eficaz.

3 – As empresas precisam levar o conceito da marca literalmente como uma empresa de mídia.

4 – O conteúdo precisa apoiar a essência da razão porque existe a marca. Para a Red Bull é literalmente “para dar-lhe asas.”

5 – Tornar-se um império de mídia global, abrangendo todos os segmentos de mídia. Vídeo, móvel, online, impresso.

6 – A mídia pode tornar-se rentável, mas concentre-se na criação de valor de marca com investimentos em publicidade paga.

7 – Tornar os conteúdos que o público quer consumir de qualquer jeito e da forma que eles gostam.

E quanto a você? Estás pronto para ajudar seu negócio a dar esse salto?

Agora existem exemplos famosos como a Netflix (House of Cards) e também o Amazon (Alpha House). Mas poucas marcas tomaram o passo corajoso que tem tomado a Red Bull.

O que está faltando? Acho que começa com uma crise de coragem e de líderes de mercado. Alguns estão ainda pensando (em marketing), como se fosse o ano de 1999. Mas muitos sabem o que eles precisam fazer.

Eu acho que para a maioria, se resume a dar um salto! Colocar alguém no comando. Dar-lhes os recursos para fazê-lo. E quem sabe, talvez a queda livre da sua marca pode se transformar em um pouso seguro.

Agora, deixe-me saber o que você acha que vai acontecer no Brasil?

Publicado recentemente nesta categoria..

About The Author

Jorge Salgado

Saiba um pouco sobre mim.. O meu nome é Jorge Salgado, estudei na Universidade do Minho em Portugal e me formei em Informática de Gestão. Sou especialista em Internet Marketing e com especial interesse em novas tecnologias. Sou o CEO de uma empresa de serviços voltados para a Internet com sede em SP no Brasil.